Saltar navegación. Ir directamente al contenido principal (Tecla de acceso S)

Sección de idiomas

Fin de la sección de idiomas

Sección de utilidades

Fin de la sección de utilidades

MCH Método Constructivo HabitacionalNoticias

Comienza el contenido principal

Noticias

Buscar noticias

Empresários angolanos e espanhóis investem na indústria de construção

30/12/2012 Fuente: Jornal de Angola

Nova fábrica nos arredores da cidade do Lubango tem capacidade para produzir painéis de betão empregues na construção de casas sociais.

Uma nova fábrica de construção de painéis de betão entrou em operação na cidade do Lubango, província da Huíla. A unidade é o resultado de um investimento privado, de empresários nacionais e do grupo espanhol Essentium, totalmente realizado com capitais próprios, avaliados em cerca de seiscentos milhões de kwanzas, e tem uma capacidade instalada para produzir painéis de betão empregues na construção de casas de diferentes tipologias e níveis de acabamentos, edifícios, escolas, hospitais, armazéns e hotéis. Com uma área coberta de 1.900 metros quadrados e descoberta de 3150 metros quadrados, a fábrica possui tecnologia de ponta de origem europeia e os seus produtos são fabricados com base nos mais exigentes padrões de qualidade nacionais e internacionais.

Para além de uma equipa de três técnicos especializados de nacionalidade espanhola, foram criados mais de 25 postos de trabalho para jovens angolanos que, em dois turnos, já estão a executar o primeiro contrato de construção e montagem de 100 casas unipessoais na Nova Urbanização do Weya. A capacidade da fabrica permite a construção de páineis de betão para a momtagem de três casas por dia.

Segundo o empresário Rui Kaposse, accionista da empresa Parede de Betão, proprietária da fábrica, a visão estratégica deste negócio vai para além da maximização do encaixe financeiro resultante da sua actividade. O empresário atribui um particular ênfase ao reforço da posição competitiva, crescimento e eficiência dos serviços da fábrica, em beneficio do sector da construção civil, da economia nacional e dos beneficiários, e da oferta de soluções de construções sustentáveis e de qualidade.

Rui Kaposse anunciou que um dos objectivos sociais preconizados pela sua empresa é o estabelecimento de acordos com as universidades nacionais, de modo a garantir inovação e sustentabilidade ao negócio e oferecer estágios profissionais remunerados a engenheiros e técnicos médios, recém-formados, para que conheçam e venham a dominar as tecnologias utilizadas pela empresa Parede de Betão. Os investidores têm como mercado alvo as províncias da região sul de Angola e pretendem conquistar uma carteira de clientes dos sectores público e privado. A meta para o ano de 2013 é a facturação mínima de dois mil milhões de kwanzas.

Fin del contenido principal